O Programa de Cooperação Sul-Sul de Mercocidades tem por objetivos promover, visibilizar, formalizar e sistematizar ações de cooperação e intercâmbio entre governos locais de Mercocidades e terceiros.

Visa:

Valorizar as capacidades atuais dos governos locais da Rede de Mercocidades na liderança e implementação de políticas de cooperação Sul-Sul.

Potencializar, otimizar e dotar de um marco procedimental à cooperação Sul-Sul da Rede entre seus membros e com terceiros.

Posicionar a Mercocidades como um ator da Cooperação Internacional.

O programa se inspira nos seguintes princípios:

Horizontalidade, colaboração entre iguais.

Consenso entre as partes.

Benefícios equitativos entre todos os sócios.

Valorização dos resultados qualitativos.

Suas linhas de ação são:

Uma convocatória anual para o financiamento de projetos de cooperação Sul-Sul e uma capacitação anual para a formulação de projetos regionais.

Ambas as linhas de trabalho convidam a participar de forma direta ou indireta a representantes de governos locais, de segundo nível de governo, de organizações da sociedade civil; e de instituições acadêmicas situadas nas mais de 341 cidades da América do Sul que formam a Rede.

Conheça como participar e como colaborar com o Programa.

Antecedentes

Mercocidades foi criada em 1995 com o objetivo de potencializar a ação dos governos locais em integração regional. Em suas origens esta Rede contou com 12 cidades, e na atualidade supera as 341 em 10 países da região, onde habitam mais de 120 milhões de pessoas.

Após 22 anos de sua criação, a Rede se configurou como um ator da Cooperação Sul-Sul em suas três modalidades: política (defesa conjunta de posições nos âmbitos regional e global); técnica (intercâmbio de políticas, conhecimentos e experiências); e econômica (políticas dirigidas à promoção comercial e integração produtiva). Através da horizontalidade em suas ações tem realizado, de fato, cooperação Sul-Sul desde sua criação.

O Programa de Cooperação Sul-Sul logra se conformar como tal a fins de 2016, e tem seu antecedente no marco da aliança estratégica de Mercocidades com o Observatório de Cooperação Descentralizada UE/AL (OCD), a partir da qual se tem trabalhado nos últimos anos.

Fotografías: Prensa Santa Fe Ciudad / XXI Cumbre de Mercociudades, noviembre, 2016.